Frases de Mãe #TAG

Mês de Maio é mês das mães! Nessa vibe, o pessoal do Coleções Literárias e do Um Baixinho nos Livros criaram uma TAG bacanuda pra gente com as frases mais faladas pelas nossas mamis! Eu fui indicada pela Bruna, do Leitura Romântica.

Dá até uma saudadinha né?

Então, eu indico os seguintes bloguinhos pra responder: Adolescência Vazia, Sofia Duarte, Paper Dream, Blog da Clauo, Na Casa de Pandora, Colisão Química e Meu Mundinho de Sofia.

Como funciona? São 15 quesitos referentes à frases que nossas mamis falavam, e pra cada quesito, a gente responde com um livro! Legal né?

Frases de Mãe

TAG Frases de Mãe 1

1 – Eu vou contar até 3…

Um livro que você não via a hora de acabar.

O Chamado do Cuco – Robert Galbraith

Primeiro deixa eu explicar: Não estou dizendo que eu achei esse livro ruim. Nada disso, eu até gostei, só que eu demorei MUITO tempo para ler. Muito mais tempo que o normal. Em parte, foi porque eu me envolvi com viagens e coisas pessoais, em parte porque o autor (sim, eu sei que Robert Galbraith é apenas um pseudônimo para J. K. Rowling, mas se ela quer ter nome de homem nesse livro, eu sou muito cabeça aberta para aceitar numa boa) enrolou muito para solucionar o mistério, e teve pouquíssima ação nesse meio termo. Gastou-se mais tempo discorrendo sobre a não-relação pessoal de Robin e Cormoran que solucionando o mistério. E vamos combinar: ou faz com que eles fiquem juntos ou faz com que eles sejam apenas amigos e parceiros de trabalho. Não precisa ficar divagando sobre essa indecisão todo capítulo. E a falta de ação e o excesso de conversa dá nos nervos: nenhuma das testemunhas falou nada de diferente da primeira testemunha, apenas diálogos repetidos, um troço meio enfadonho, e mesmo assim, Cormoran Strike adivinhou tudo milagrosamente. Enfim, eu até gostei um pouco da história, mas parecia interminável.

2 – Se você falar isso de novo te arrebento os dentes!

Um livro que você não suporta que falem mal.

O Reverso da Medalha – Sidney Sheldon

Escolhi aqui meu preferido dele, mas englobo nesse quesito todos os livros desse autor. Muita gente alega que ele descobriu a ‘fórmula’ do sucesso e que todos os seus livros acompanham essa mesma receitinha de bolo. Eu posso até concordar um pouco com isso, mas mesmo assim, não torna o trabalho fácil. Escrever um thriller emocionante, que te faça ficar agarrado no livro, que te faça defender o personagem até os ossos, que envolva crimes, suspense e um pouco de sacanagem sem passar do ponto… Tudo isso é muito difícil sem fazer ficar repetitivo. Somente autores MUITO superiores à média conseguem. E não teve nem um mísero livrinho de Sidney Sheldon que eu não tenha amado ou que eu tenha achado chatinho. Por isso eu defenderei até o fim.

3 – Se você correr vai ser pior!

Um livro que você corre dele, mas sabe que um dia vai ter que ler.

A Metamorfose – Franz Kafka

Kafka é um autor cultuadíssimo, com todos os quesitos que me fariam amar. É um clássico, é intenso, é brutal, e a vida literária não faz nenhum sentido se você não tiver lido nada do cara. Eu sei de tudo isso e já comecei a ler A Metamorfose 3 vezes – só que acabei parando na primeira página. Tenho esse livro em versão física, e faz uns 4 meses que ele está na minha cabeceira (A.K.A. Cantinho da Vergonha – onde eu coloco os livros que preciso ler ASAP e as coisas que preciso resolver pra ontem), me olhando e me pressionando, porém ainda não consegui me envolver com ele de maneira definitiva. E, como eu sou super honesta com vocês sempre: nem eu mesma consigo explicar o motivo. Mas antes do fim do ano, eu resolvo esse carinha de vez.

TAG Frases de Mãe 2

4 – Vem comer se não esfria!

Um livro que você leu logo que lançou.

50 Tons de Liberdade – E. L. James

Eu demorei um bom tempo antes de começar a ler os dois primeiros volumes da trilogia. Primeiramente a trama não tinha apelo pra mim, eu não sou muito fã de romances melosos cheios de sacanagem. Eu prefiro coisas leves ou doentias. Se for só pela sacanagem, eu me enfado muito rápido. Mas acabei cedendo e resolvi ler. Como não podia deixar de ser, eu fiquei viciada, maluca, doida, e já tinha comprado o 50 Tons de Liberdade na pré-venda 1 mês antes do lançamento. Hoje, a trilogia toda sai por metade do preço que eu paguei somente nesse livro, mas valeu muito a pena. O livro chegou na minha casa um pouco antes de ser lançado nas livrarias comuns, e eu comecei a ler no momento em que o carteiro virou as costas, e terminei na velocidade da luz. Uma delícia de história, não importa o quanto os hatters gostem de odiar.

5 – Você não é todo mundo!

Um livro que todo mundo odeia, menos você.

O Segredo – Rhonda Byrne

Bem, esse é mais polêmico que mamilos. Muita gente apenas odeia porque ela ficou milionária pregando um modo de vida que não é nem comprovado. Mas gente. Ela não está vendendo fórmulas ou remédios, ou treinando as pessoas numa seita, sei lá. Ela só está demonstrando o modo dela de ser Polyanna e atrair pra si coisas boas. Eu gostei muito desses e dos outros que ela escreveu sobre o mesmo tema, e acho verdadeiramente inspirador porque eu acho SIM que o pensamento positivo atrai coisa boa.

6 – Quantas vezes eu já disse para você não fazer isso?

Um personagem que mais te irritou e fez burrada

Mata-me de Prazer – Nicci French

Esse livro está sempre aparecendo por aqui, em várias tags e listas porque é realmente um dos meus preferidos, de um jeito não saudável. E eu repito: não é para menores de 18, e é extremamente chocante e abusivo. Mas nesse quesito, não tem pessoa melhor que a Alice. Me irritou com a quantidade de burrada que ela fez além de um pouco de ciúmes, também. O romance vira um thriller por causa da insistência dela em descobrir detalhes das ex-namoradas de seu atual namorado. Um pouco de curiosidade é normal, mas mentir, esconder, bisbilhotar, invadir, investigar, ir na casa das pessoas para perguntar as coisas. O Adam pode até ser um lindíssimo maníaco-psicopata mas essa Alice não está muito atrás, porque esse comportamento dela beira a insanidade.

TAG Frases de Mãe 3

7 – Não, quando digo não é não!

Um livro que você não lerá, não importa o quanto as pessoas falem bem.

Under The Dome – Stephen King

O caso todo é que eu tinha batido o pé que não leria nada do Stephen King simplesmente porque não faz meu tipo. Não curto essas histórias de terror, e monstros e palhaços do mal. Nem filme de terror eu assisto por motivos de: medinho. Eu até concordo que alguma coisa desse autor eu preciso ler, pra dizer que não gostei mesmo, e pra ter um parâmetro do gênero – visto que Stephen King é A referência. E dentre os que dei uma olhada, o que menos me atraiu foi esse. Provavelmente não lerei mesmo que vocês beijem os caminhos por onde esse livro passa (eu disse provavelmente, porque nunca é muito forte, e eu mudo de opinião todo dia, então…)

8 – Não mente para mim!

Um personagem mentiroso ou um personagem que te enganou direitinho.

Clube da Luta

Não vou dar muitos detalhes devido a nossa política anti-spoilers Hahahaa. Mas o narrador do livro foi o cara que mais me enganou! Eu tive uma visão completamente diferente da história enquanto avançava, e no final, não era nada daquilo. Me enganou muito direitinho. Eu gosto bastante disso, de ser surpreendida na vida e nos livros, claro! Porque quando você se torna um leitor tão voraz e versado, os desfechos acabam sendo muito previsíveis, e isso tira totalmente o clima da história. Eu prefiro quando minha cabeça chega a arder com o rumo que história vai tomando. Muito melhor.

9 – Coração de mãe não se engana!

Um livro que te conquistou pela capa e a leitura foi ainda melhor.

O Xangô de Baker Street – Jô Soares

Esse livro eu li há muito tempo atrás, mas ficou gravado na lembrança. Eu ainda não tinha graninha pra comprar livro, então, olhando pelas prateleiras da biblioteca municipal, topei com esse. Baker Street pulou na minha cara e eu pensei logo: quero! Nunca tinha lido nada do Jô e não sabia mesmo o que esperar. Escolhi pela capa e pelo título e adorei. É um romance policial que se desenrola em terras brazucas. Muito divertido, leve e com muito da nossa cultura. Muito bacana. Preciso reler.

TAG Frases de Mãe 4

10 – Tá chorando sem motivo por quê? Pera aí que eu vou te dar motivo para chorar!

Um personagem chorão, que te fez raiva.

Entrevista com o Vampiro – Anne Rice

Desse livro podemos dizer que todos os personagens me fizeram raiva. Nossa, Shepps, você só sabe falar mal desse livro, em todas as TAG’s. Sim, detestei a construção de personagens, e me irrito até de lembrar. Mas se a gente precisa eleger um tipo chorão, esse TEM QUE SER o Louis. Insuportável. Chorão, reclamão, mimadinho e esquisito ao se interessar por aquela criança escrota (Claudia). Acho que no quesito chororô, o Louis ganha com grande vantagem sobre a Bella Swan do Crepúsculo.

11 –  Come só mais um pouquinho!

Um livro que fez você dizer: vou ler só mais um pouquinho.

Eleanor & Park

A resenha desse livro lindinho sai só na semana que vem, mas já posso adiantar que cabe perfeitamente nesse quesito. Li em dois dias, maniacamente. Porque a história é tão delicinha, tão envolvente, tão adolescente, que eu não conseguia parar. Ficava até segurando o xixi para não precisar parar pra ir no banheiro. Eu tenho 10 anos a mais que os personagens, mas o que eu mais queria era um Park na minha vida! Não dá pra parar de ler! Uma graça!

12 – Quantas vezes vou ter que repetir?

Um livro que você teve ou terá que reler para entender melhor.

Deuses Americanos – Neil Gaiman

Nossa, Shepps, você tem que dar um jeito de enfiar Gaiman em toda lista que você faz? OH, sim! Mil vezes SIM! Hahahah. Mas não de propósito, gente, eu juro. Ele só é meu autor preferido, e eu li (ou estou lendo) quase tudo o que ele escreveu. É natural que eu fique com ele pela cabeça, ué. Hahaha. Então, eu não tive que reler o livro todo, mas muitos capítulos eu achei super confusos e precisei reler pra entender. Por causa da infinidade de detalhes escondidos, e por causa da quantidade absurda de erros de diagramação, digitação e ortografia da versão com a qual eu estava envolvida (baixada do Lê Livros para o kindle). Então, tive que voltar trechos e páginas pra entender melhor.

Drácula

13 – Não fez mais que sua obrigação!

Um livro que você leu por obrigação.

Dracula – Bram Stocker

Esse livro eu li por obrigação, porque é um puta clássico e acho que todo leitor de ‘carreira’ precisa sim, ler os clássicos para ganhar qualidade de leitura, profundidade e ter contato com mestres de verdade. Esse eu ainda não tinha lido, mas estava fazendo aniversário no cantinho da vergonha, então foi o primeiro do mês de maio. Só que me surpreendeu muito, de maneira muito positiva. Eu esperava que fosse meio podreira, e super valorizado. Mas não! Bram escreve muito bem. A trama é deliciosa, e sem narrar diretamente (usando os diários dos personagens ou recortes de jornais), ele faz a gente mergulhar fundo na história. Eu amei! Acho que ninguém deveria passar pela vida literária sem se envolver com o Conde Drácula.
TAG Frases de Mãe 5

14 – Coração de mãe sempre cabe mais um!

Eu sei que o quesito é comprar, mas caso alguém tenha e queira se desfazer, ou queira trocar com algum dos meus disponibilizados no skoob (clica AQUI e dá uma olhada na minha lista! Se quiser, me add lá, vai ser um prazer!), ou queira me dar de presente, eu tô aceitando, ok? pidona

(Vocês têm a consciência de que assim que eu puser minhas mãos nesse “1001 Livros” eu vou aparecer com um novo desafio, que é assistir e resenhar um por um, né? Já tô pressentindo isso, porque vamos combinar, eu sou essa pessoa!)

15 – Isso, quebra mesmo. Não foi você quem pagou!

Um livro que você emprestou e voltou irreconhecível.
Não tenho como responder a esse quesito, porque via de regra: eu não empresto meus livros nem meus quadrinhos. Sou muito ciumenta, e sei que nem sempre as pessoas vão tomar o mesmo cuidado que eu. Os dois que emprestei (O Oceano no Fim do Caminho e Pai Rico, Pai Pobre), voltaram super bem cuidados e bonitinhos. Então nessa, eu fico devendo.

Regrinhas:

  • Mencionar e linkar os blogueiros que criaram a TAG: Coleções LiteráriasUm Baixinho nos Livros;
  • Indicar no minimo 5 blogs para responder a tag (Não esqueça de avisar que você os escolheu);
  • Escolher entre as duas imagens [IMG 1 | IMG 2] e colocar no post junto com a tag.

Obs.: As imagens não são das minhas edições porque estou fora de casa, então a maioria das imagens eu peguei na internet.
Vocês já leram esses? Gostaram de algum?
Beijo <3

comments

Comentários

  1. Amei suas respostas ^^
    Eu sou louca para ler alguma coisa do King, ainda não tive oportunidade ;-;
    Cinquenta tons foi uma das modinhas que eu não aderi, eu não sei, não é um estilo que eu gosto, mas quem sabe um dia 🙂
    Eu também quero muito esse “1001 filmes”, além de livros sou apaixonada por filmes haha
    E esse “Maus” deve ser incrivel *-*
    Beijoss
    http://wwwleituraromantica.blogspot.com.br/

    1. Obrigada, Bruna!

      Também ainda não li King, mas está na lista.
      Que bom que você curtiu as respostas!

      <3 Beijo