Leituras de Fevereiro

Demorou mas chegou! Os livros lidos de fevereiro!

A meta era ambiciosa: mais de 8 livros no menor mês do ano (na verdade, eu deveria ler até um pouco mais, porque em janeiro eu li um livro difícil, de mais de 800 páginas, vai ter resenha, calma! que consumiu grande parte do tempo, e atrasou forte meu objetivo de 100 livros no ano). Infelizmente não deu, porque passei a minha folga toda viajando pra ver meu namorado, vai ter post da viagem também, calma! haha e o tempo ficou apertado. Mas consegui 6 livros, e não teve nenhum que fiquei desiludida, ou que achei que não valeu a pena. Gostei muito de todos, recomendo com certeza, e provavelmente não vou disponibilizar pra trocar nenhum.

Dei uma preferência a livros de entretenimento porque estava meio sem paciência pra livros educacionais.

Livros Lidos em Fevereiro

O Vale do TerrorO Vale do Terror

Autor: Arthur Conan Doyle
Ano da edição: 2012 / Ano do livro: 1914
Páginas: 192
Editora: Martin Claret
Avaliação: 4/5 estrelas

Sherlock Holmes sempre arrasa!

Livro ótimo, história deliciosa.
Sherlock recebe uma mensagem criptografada de um de seus informantes misteriosos, e em seguida há uma morte inexplicável e em condições extraordinárias em Sussex, que requerem a ajuda de nosso detetive.
O estilo clássico de Conan Doyle e de seu Sherlock, sempre em busca de Moriarty, conquista a todos nós.
A história é ótima, envolvente, emocionante, e o desfecho é absolutamente inesperado.
A edição é levinha e fácil de carregar. Excelente.
Só não levou nota 5 porque achei a segunda parte do livro meio longa demais e um pouco maçante. Se a segunda parte fosse resumida à metade das páginas, ficaria no melhor formato.

A Dama do LagoA Dama do Lago 

Autor: Raymond Chandler
Ano da edição: 2009 / Ano do livro: 1943
Páginas: 272
Editora: L&PM Pocket
Avaliação: 5/5 estrelas

Phillip Marlowe: mais um detetive pra gente amar

Eu nunca tinha lido nada do Raymond Chandler, embora depois que eu tivesse lido esse livro, descobri que ele é super famoso por livros de mistério e tem um detetive famoso, que é Phillip Marlowe.
Não tem aquelas resoluções mirabolantes em que só o detetive entende como ele descobriu as coisas, é bastante realista, fácil de acreditar. O detetive cobra honorários, os interrogados tem má vontade, ele bebe demais e dorme de menos, e fica entendiado em ter que esperar horas até alguma coisa emocionante acontecer. E a escrita de Chandler é tão envolvente que você se descobre segurando o xixi pra não precisar parar de ler pra ir no banheiro. Uma delícia.
Os outros livros com o detetive Marlowe já estão na minha cesta de compras da Amazon, com toda certeza!

A Chave de Rebbeca

A Chave de Rebbeca

Autor: Ken Follet
Ano da edição: 2010 / Ano do livro: 1980
Páginas: 406
Editora: Bestbolso
Avaliação: 4/5 estrelas

Espiões da Segunda Guerra Mundial – como não amar?

Já li outros dois livros de Ken Follet, e esse estava na minha lista há um tempão esquecido. Resolvi ler e não me decepcionei em nenhum momento. É um romance de Segunda Guerra Mundial, trama de espiões, tiro, sangue, mensagens secretas…
A escrita é fluida, porém cheia de referências e dados históricos, o que compromete um pouquinho a facilidade de leitura, e fica um pouco maçante pra quem não curte (não pra mim, at all). Personagens fáceis de amar, e você acaba numa sinuca de bico no final, porque gosta tanto do mocinho quanto do bandido, e não quer final trágico pra nenhum dos dois.
Excelente entretenimento.

Autor: Leon Tolstói
Ano da edição: 2012 / Ano do livro: 1898
Páginas: 64
Editora: L&PM Pocket
Avaliação: 4/5 estrelas

Esse livrinho é a edição especial, com capa reilustrada do famoso conto de Leon Tolstói – O Diabo.
Muito bem escrito, envolvente, dá pra ler numa pegada só. É profundo e emocionalmente devastador. E bem maluco, mesmo! Adorei! O texto é supostamente auto-biográfico, e demorou anos pra ser publicado, porque se tratando de questões sexuais e de vida conjugal, Tolstoi o achava escandaloso.
A história é meio lenta (o que não é ruim, nesse caso) e cheia de moralismos, o que é um retrato fiel da velha mãe Rússia no final do século XIX. Recomendo com força!

Quem é voce AlascaQuem é Você, Alasca?

Autor: John Green
Ano da edição: 2013 / Ano do livro: 2005
Páginas: 229
Editora: WMF Martins Fontes
Avaliação: 4/5 estrelas

Quem não sofria de amor com 16 anos?

Novo romance e adaptação pro cinema do novo queridinho: John Green.
Sendo honesta, eu não cheguei nem a ler nem a ver o filme de A Culpa é das Estrelas, porque é tão triste que não sei se quero partir meu coração.
Esse livro, embora com tragédias e sofrimentos adolescentes é um pouco mais leve. Eu devorei a história em um dia. O protagonista Fats tem uma mania de conhecer as últimas palavras de todas as personalidades, o que me deixou fascinada! Me lembro muito das minhas manias e meu sofrimento adolescente.
John escreve muito bem, e a contagem dos dias antes de cada capítulo te deixa faminta pra saber logo o que vai acontecer, e quanto mais perto chega, mais ansiosa eu ficava. Técnica sensacional.
Mas o livro continua sendo um romance melosinho, adolescente e leve. Eu gosto, mas tem quem ache intragável.

Autor: Elogio da Madrasta
Ano da edição: 2009 / Ano do livro: 1988
Páginas: 180
Editora: Objetiva
Avaliação: 4/5 estrelas

Pedofilia e Nobel de Literatura

Vargas Llosa não ganhou o Nobel a toa, né? O livro é uma delícia, embora com tema muito inapropriado. Narra um triângulo amoroso controverso envolvendo Don Rigoberto, seu filho Alfonso e a madrasta Lucrecia.
Se fosse lançado nos dias de hoje, a Nova Inquisição da Internet mandaria queimar todos os exemplares numa fogueira em praça pública.
Muito bem escrito, cheio de devaneios, manias, e sacanagens. Sensual sem ser vulgar. Uma obra prima.
Embora não seja especificado uma idade para o pequeno Fonchito, Llosa insiste em afirmar que ele era apenas uma criança, mesmo quando está na cama com Lucrecia. Tudo acaba muito bem explicado num final surpreendente. Mas um aviso: se você é moralista, fique longe!

 

Então, foi isso, amigos! Está na ordem em que foram lidos, e não achei relevante posar quantos dias eu gastei em cada livro, mas se vocês se interessarem, me avisem que eu dou um update e posto!
O que vocês leram nesse fevereiro que mal acabou e já quero que volte?
Beijo <3

comments