Tag: Meus livros, ninguém sai!

Vou responder uma TAG hoje! Meus livros, ninguém sai! É a minha primeira vez, gente, então, vá devagar, viu, coisinha? A TAG eu vi no blog Leitura Romântica, e resolvi testar isso aqui no blog (quem criou foi o blog De Cara Nas Letras).

Com certeza, você já viu o vídeo da Juliana Derrrrrmaiada, e a TAG foi baseada nesse vídeo. Quem não viu, é só clicar quem já viu clica também, porque esse é o melhor vídeo dos últimos tempos Hahahaha

Considerando a quantidade de livros que eu tenho lido, responder uma TAG assim no susto pode não ter feito jus a algum deles, que eu não me recordo. Provavelmente eu vou tornar a responder essa TAG daqui a uns meses. Hauahuaha. Então, vamos combinar assim: Vou tentar me ater aos livros que li ou reli mais recentemente, pra não dar ruim. Então chega de enrolação, e vamos lá!

1 – Ei coisinha, vá devagar” –  Sabe aquele livro que você devorou rapidamente? Qual foi ele?

Quem é você, Alasca? Do John Green.
Embora sejam ‘apenas’ 229 páginas, eu li em um dia, sem levantar pra comer nem pra fazer xixi, porque é envolvente, é triste na medida certa, e como tem uma contagem dos dias, cria aquela expectativa de que alguma coisa está pra acontecer.
4/5 estrelas

 

2 – Eu vou me segurar aqui” – Qual livro te prendeu?

O Jardineiro Fiel, do John Le Carré.
Eu curto muito tramas policiais, de espionagem, conspirações e esse tipo de história. Então já era admiradora do Le Carré. E essa história foi ainda mais intensa, por envolver a África e a pobreza, e a utilização dessa pobreza por grandes corporações, o que um assunto muito próximo do meu coração. Fiquei paralisada pelo livro. Sensacional.
5/5 estrelas

3 – Se eu cair eu quebro a minha clavícula” – Qual obra te desestabilizou emocionalmente:

 A Mulher do Viajante no Tempo, de Audrey Niffenegger.
Esse livro desequilibrou toda a minha estrutura emocional e química. Eu não me lembro de ter chorado tanto com um livro antes. Um romance bem escrito, com idas e vindas pro passado, presente e futuro, e um plot twist sensacional. Entrou pros TOP10 preferidos de todos os tempos, sem medo de errar.
5/5 estrelas

4 – MEU ÓCULOS, ninguém sai!” – Qual livro você não empresta ou tem muito ciúmes?

Sandman, Edição Definitiva, do Neil Gaiman.
Com toda a certeza! São quatro capa-duras reunindo todos os HQ’s do arco original do Sandman. Com certeza, meu quadrinho preferido. As ilustrações são sensacionais, a história é incrível. Eu tenho tanto ciúme, que não gosto que coloquem nem os dedos nas páginas, pra não manchar. Xodó mesmo!
5/5 estrelas

5 – Juliana, você viu meu óculos?” – Qual livro você emprestou e nunca mais viu na vida?

O Homem do Terno Marrom, da Agatha Christie.
Com essa questão, eu posso parecer uma megera fria e rancorosa. Mas eu emprestei esse livro pra um colega na oitava série, e até hoje nada! (Isso tem mais de 10 anos!!). Me lembro do ‘causo’   porque foi um livro que eu amei, um policial muito típico de Agatha Christie, empolgante, e com final inesperado. Nunca recuperei o livro, tampouco comprei outro.
4/5 estrelas

 

6 – Juliana tá DES-MAI-A-DA” – Qual livro te deixou com ressaca literária, sem poder ler outros livros?

Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago.
Depois desse livro, eu fiquei sem conseguir ler outra coisa por umas semanas.
Muito intenso, muito forte, perturbador. Não é a toa que o ‘cara’ ganhou um Nobel de Literatura, né? Eu sofri página a página junto com os personagens, tanto os cegos quanto com o personagem não cego, e até sonhava com a cegueira leitosa, eu realmente vivi esse livro. Durante um bom tempo depois de terminado, eu ficava com medo quando minha vista embaçava.
Sofri calada.
5/5 estrelas

 7 – Shamuchamochamu chama o SAMU” – Que livro te deixou louco pela continuação?

Trilogia Millenium, do Stieg Larsson.
Tomei uma licença poética aqui, pra colocar nessa questão não um, mas três livros: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, A Menina Que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar.
Stieg Larsson planejou um bunch de 10 livros com as ‘aventuras’ da dupla Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander, mas uma fatalidade fez com que ele só conseguisse publicar três deles, como a Trilogia Millenium. É um thriller de aventura, mistério e investigações, com várias reviravoltas, muito bacana.
Cada livro tem uma trama, que é encerrada no final do próprio, mas deixa sobras pra continuação. E eu queria mais!
5/5 estrelas

8 – Eu errei viu?” – Escreva aqui um pouco sobre aquele livro que você achou que seria uma coisa e é outra!

A Vida do Livreiro A. K. Fikry, Da Gabrielle Zevin.
Infelizmente, esse foi a decepção da temporada. O livro conta a história da vida de A. J. Fikry: um livreiro amargurado, meio alcoolatra e com um pouco de fobia social que, depois de perder a mulher da sua vida, ter seu Tamerlane roubado, recebe um pacote que pode mudar toda a sua vida.
A primeira metade do livro é muito bem escrita, envolvente, simples, mas que faz a gente se apaixonar pelo local e pelos personagens. A segunda metade do livro é super corrida, parece que Gabrielle ou estava com pressa de terminar, ou não sabia mais o que fazer com os personagens e suas histórias, e escreveu qualquer coisa só pra constar.
Com a trama criada na primeira parte, tinha material pra uma história muito, mas muito boa. Ficou devendo.
3/5 estrelas

E aí, gente?
E o de vocês?
Não vou marcar ninguém, mas gostaria que todos vocês respondessem!
Amei essa coisa de TAG, espero que venham mais e mais bacanas!

Esse blogs bacanudos já responderam: Construindo Estante e My Dream’s World. Dá uma passada lá também!
Beijo <3 <3

comments