Se a minha vida fosse uma trilha sonora

ETA ETA! A TAG que eu sempre sonhei!
Bem, a nossa vida é uma trilha sonora, né? Se a gente for pensar direitinho, no final das contas sempre tem aquelas músicas que embalam nossas histórias, como se fosse um filme. E eu tenho é mais de mil! HAHAH, mas pra poupar os senhores do desterro, eu vou linkar só 10. Hahahaha Mas qual é a proposta? Eu pensei no seguinte: quando você estiver com 189 anos, quais são as músicas que estiveram presentes, na alegria e na tristeza? E assim, eu fiz minha lista.
A TAG é uma proposta do grupo Blog Up! e quem me indicou foi a Kelly, do Caligrafando-te.

Lembrete: naturalmente, não está em uma ordem nem de preferência, nem cronológica. Eu jamais poderia classificar canções tão importantes pra mim tão rápido. Ia fritar meu cérebro antes de eu obter um sucesso qualquer.
E lá vamos nós:

1. Diamonds – Rihanna

Sabe aquela música que quando nem terminou ainda o primeiro acorde você já aumenta o volume e grita louca “ESSA É A MINHA MÚSICA”? Essa é a minha. Eu canto, eu danço, eu dublo, eu performo. Não tem uma única vez que eu viaje que eu não coloco essa música e gentilmente ‘obrigo’ meus amigos e familiares a cantarem comigo! Especialmente o refrão (que eu por acaso tatuei no peito – AQUI). Confesso que lutei lutas sangrentas pra conseguir colocar só uma da RiRi aqui, porque essa mulher <3!!

So shine bright, tonight, you and I
We’re beautiful, like diamonds in the sky
Eye to eye, so alive
We’re beautiful, like diamonds in the sky
Shine bright like a diamond!

2. Bad Rain – Slash

Claro que sim! Meu blog não tem esse nome porque eu estava numa viagem de ácido louca! Pode ser que sim, nunca saberemos. O caso é que Bad Rain é uma música do Slash feat. Myles Kennedy and The Conspirators, do álbum Apocalyptic Love. Eu AMO essa música com toda a força da minha alma. Letra linda, melodia maravilhosa, guitarra, voz fina. Pra ‘namorar’ não tem música melhor <3.

Bloodlust tonight, bite my tongue and hold it in
From deep inside she hates the every part of him
In the rupture of the midnight sun
She is longing for immortal love
You who hangs high, tell me will it ever end?
Here’s comes the bad rain,
Falling from an aching high

3. The Vampyre of Time and Memory – Queens of the Stone Age

Essa é a música da saudade, embora não seja, sob nenhuma circunstância, uma música de amor. Coloco pra lembrar do meu benzinho <3. Essa música é uma das preferidas do meu namorado (e essa é a banda preferida dele), e como ele está morando desesperadoramente longe, ficou marcada como a música da saudade, embora eu nem curta a banda tanto assim. Se você não está com o coração bem forte, nem dá o play, porque é ridiculamente triste, do começo até o final.

I want God to come and take me home
‘Cause I’m all alone in this crowd
Who are you to me? Who am I suppossed to be?
Not exactly sure anymore 
Where’s this going to? Can I follow through?
I’ll just follow you for a while
Does anyone ever get this right?
I feel no love

4. You Know You’re Right – Nirvana

Essa é pra enlouquecer, pra alucinar e quebrar a casa toda não faz isso, cara, eu tô brincando! Minha música preferida da minha banda preferida de todos os tempos, desde que eu era adolescente. Eu nunca ouvi mais perturbadora, e mais agressiva que essa. Pode-se dizer modestamente que eu a ouço pelo menos uma vez por dia, todo santo dia. Teve uma época (quando ainda não existia mídia digital e fone de ouvido bacanudo nem spotify no celular) que mamis pensou que ia ficar doida igual o Kurt. HAHAHA desculpa, mãe!

I will move away from here
You won’t be afraid of fear
No thought was put into this
I always knew it would come to this
Things have never been so swell
I have never failed to felt
Pain
You know you’re right

5. City of Angels – The Distillers

Banda foda! Música foda! Um ‘punk rock’ gostoso, agressivo, só que com bons músicos, misturado com progressivo, só que sem ser chato. Essa é a melhor música da banda que durou só uns 6 anos. Um de meus maiores amores da adolescência. A banda acabou porque a vocalista Brody Dalle ficou grávida do Josh Homme, e de tanto ciúmes, eu nunca consegui gostar de QOTSA (tô superando isso, porque vamos combinar que minha adolescência ficou pra trás há uns bons 10 anos ABAFA). Se alguma vez existir uma trilha sonora da minha vida, essa música tem que estar lá.

I take a scar everytime I cry
‘Cause it ain’t my style, no, it ain’t my style
Going down to the gravel head to the barrel
Take this life and end this struggle
Los angeles come scam me, please
Emptiness never sleeps at Cliftons 6 am
With your bag lady friend and your mind descending
Stripped of the right to be a human in control
Its warmer in hell’ so down we go

6. Nutshell – Alice in Chains

Agora eu joguei pesado, né? Eu sei. Meus dedos sofrem da síndrome da paralisia total quando eu preciso escrever sobre essa música. Não consigo. Não posso. Não tem palavras que expressam o que é essa música na minha vida e o que essa banda representou. Não dá. Segue o baile:

We chase misprinted lies
We face the path of time
And yet I fight, and yet I fight
This battle all alone
No one to cry to, no place to call home
My gift of self is raped
My privacy is raked
And yet I find, and yet I find
Repeating in my head
If I can’t be my own, I’d feel better dead

7. Sympathy for the Devil – The Rolling Stones

ETA ETA! Que música danada de boa! Maior banda de todos os tempos. Os caras que inventaram o rock n’roll, transgrediram tudo, estraçalharam em mil pedaços e reinventaram tudo de novo. Shepps é a dona dos clichês! Oh, sim, nem vou me defender. Essa nem é a minha música preferida deles, mas faz parte de muito momento da minha vida, e vai fazer até eu ficar velha e gagá, porque os caras são imortais!

Please allow me to introduce myself
I’m a man of wealth and taste
I’ve been around for a many long years
Stole many a man’s soul and faith
And I was ‘round when Jesus christ
Had his moment of doubt and pain
Made damn sure that pilate
Washed his hands and sealed his fate
Pleased to meet you
Hope you guess my name
But what’s puzzling you
Is the nature of my game

8. Close my Eyes Forever – Lita Ford feat. Ozzy Osbourne

Eu realmente preciso escrever algo aqui? Essa é a música de viajar nos seus pensamentos, de sofrer, e sofrer mais, e quando já tiver sofrido bastante, sofre mais um pouco. Cara, pense num pote gigantesco de depressão: é essa letra; adicione mais uns 20 comprimidos de Prozac: é essa melodia; polvilha um pouco de tesão: é a voz da Lita e do Ozzy juntos. Mistura tudo e dá o play:

You’re like a dagger
And stick me in the heart
And taste the blood from my blade
And when we sleep, would you shelter me
In your warm and darkened grave
If I close my eyes forever
Will it all remain unchanged?
If I close my eyes forever
Will it all remain the same?

9. Supermassive Black Hole – Muse

Essa é de dançar. De pular, e dançar mais, e liberar as energias boas pro universo. Acho praticamente impossível ouvir essa música e continuar triste, por pior que seu dia esteja sendo. Então, eu uso essa como uma dose de alegria sempre que eu preciso dar um up no moral e nada está funcionando.

Oh, baby, don’t you know I suffer?
Oh, baby, can’t you hear me moan?
You caught me under false pretenses
How long before you let me go?
Oh, you set my soul alight
Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive

10. I Will Survive – Cake

A minha música pra embalar qualquer dor de cotovelo. Toda vez que eu tô puta da cara com algum namorado, ou com o trabalho, ou me achando incapaz e totalmente na merda, eu coloco essa no repeat até eu me convencer novamente (em geral, eu ouço as versões mais DIVA (com Gloria Gaynor ou The Pussycat Dolls) mas conheci essa versão indie e fiquei apaixonada).

Well, now go! Walk out the door!
Just turn around now,
‘Cause you’re not welcome anymore!
Weren’t you the one
Who tried to hurt me with goodbye?
Did you think I’d crumble?
Did you think I’d lay down and die?

Música

Não deixe a TAG morrer, não deixe a TAG acabar

Os blogs que vão dar seguimento a essa corrente (do bem):

Bem, é isso, gente!
O que vocês acharam?
E a trilha sonora da vida de vocês, como seria?
Beijo <3

comments

Comentários

    1. Pois é, Bruna, quem não ama, né?
      E tem tanta música que compõe a vida da gente, que fica tenso de escolher! <3